CLÍNICA DE PSICOLOGIA
JULIANA BAIDA
 
Psicoterapia Psicanalítica (Psicanálise) para adultos

 

Psicoterapia Psicanalítica (Psicanálise) para crianças
Psicanálise para pessoas com deficiência intelectual

A Psicanálise é um método científico desenvolvido por Sigmund Freud, é um procedimento para a investigação de processos mentais que são quase inacessíveis por outros método.

No contato com o paciente, em ambiente  seguro, protegido pelo sigilo, o terapeuta tem uma escuta diferenciada, neutra e sem julgamento. 

Algumas pessoas procuram um Psicólogo para aliviar sintomas de  doenças como: compulsão, fobia, transtorno do pânico, depressão, entre outras; já outras pessoas buscam para favorecer  o auto conhecimento e mudar algo no funcionamento interno que está lhe causando sofrimento. 

No caso de doenças psíquicas, existem pesquisas que mostram que o tratamento medicamentoso não é eficaz se não acontece juntamente com a Psicoterapia.

A psicoterapia é um processo longo, porém com resultados duradouros no alívio do sofrimento psíquico, fortalecimento interno e melhora da qualidade de vida.

 

A Psicoterapia para crianças se baseia no fato de que brincar é um meio natural de auto-expressão da criança. Durante as sessões  é dada a oportunidade da criança libertar os seus sentimentos e problemas através da brincadeira. É igual a terapia dos adultos, onde ele resolve os problemas através da fala. Só que na ludoterapia a criança tem o brinquedo e a brincadeira para exprimir os seus sentimentos.  Os jogos e brincadeira permitem que a criança libere a tensão, frustração, insegurança e até mesmo a agressividade, medo e a confusão e aprenda a se expressar. A criança começa a ter confiança em si mesma e descobre que tem forças para superar suas dificuldades.

Os pais fazem parte deste processo desde o início.

Os sintomas emocionais das pessoas com deficiência podem passar despercebidos por serem confundidos com características da própria deficiência.

Existem pesquisas que mostram que uma grande procentagem das pessoas com deficiência intelectual se beneficiariam de psicoterapia pois apresentam dificuldades em relação ao desenvolvimento da própria identidade que trás prejuízos para sua saúde mental, além de fracassos na inclusão na escola e/ou vida profissional.

Existem alguns sinais que mostram quando a pessoa não está configurando sua identidade de maneira saudável, são eles:

  •  Dificuldade de dizer não, impor limites (que o deixa vulnerável a sofrer violência)

  •  Desejo excessivo de agradar o outro sem conseguir perceber e/ou exprimir seus reais desejos

  •  Falta de desejo de aprender

  • Afastamento de outras pessoas com deficiência

  • Falta de projetos de futuro, falta de iniciativa, entre outros.

Apoio para pessoas com deficiência na vida profissional
Consultoria para empresas no processo de inserção de pessoas com deficiência

Muitas pessoas com deficiência que não passaram por um processo de inclusão na vida escolar ou que tiveram experiências negativas estão enfrentando dificuldades no mercado de trabalho, seja na conquista de uma vaga, na manutenção do trabalho, no reconhecimento do seu perfil profissional ou no relacionamento com a equipe.

A forma como esse apoio é oferecido depende da demanda de cada caso e será definido a partir de algumas entrevistas iniciais com a pessoa, família e em alguns casos, com a empresa.

 

 Com a lei de cotas, muitas empresas  contrataram pessoas com deficiência  e com a experiência foram surgiram dúvidas e dificuldades.

A consultoria pode atuar em dois momentos:

1. Levantamento e análise das funções da vaga da empresa; levantamento e análise do perfil do candidato; palestras sobre as especificidades da pessoa com deficiência; acompanhamento do processo de seleção; ações de conscientização e sensibilização voltada para o contexto das relações sociais.

2. Após efetuada a contratação ou em casos que ela já foi realizada, a consultoria visa acompanhar o desempenho da pessoa com deficiência e propor reflexões sobre as relações e intervenções com a pessoa com deficiência.

 

Orientação Profissional com base psicanalítica

 

A escolha da profissão é um momento vivido com muitas angústias.

Uma escolha madura depende da elaboração dos conflitos e não de sua negação. É uma escolha que se baseia na possibilidade da pessoa conseguir identificar-se com seus gostos, interesses e aspirações.

A orientação profissional busca ampliar o conhecimento de si mesmo para facilitar o momento da tomada de decisão onde estão incluídos aspectos pessoais, sociais e familiares.

Orientação familiar

Ao trazer uma criança ou adolescente é comum as famílias chegarem angustiadas com sentimentos como: culpa, angústia, medos, entre outros.

A orientação familiar pode acontecer juntamente ao atendimento da criança/adolescente ou separadamente, dependendo do caso.

A orientação ajuda a família a entender determinada situação, não para buscar culpados, mas sim, para instrumentalizá-las para obter resultados mais positivos.

Psicóloga, Psicanálise, Campinas, Cambuí

.